imagoverbalis

Posts Tagged ‘agostinho da silva

Assim falou o Mestre Agostinho da Silva…

leave a comment »

” … A Europa não presta para nada, a Europa… Não se entende , porque se está a querer fazer uma coisa nova numa trapalhada velha … São aqueles estados centralistas do Luís XI , e aquela coisa toda … O que se deve é chegar a outra coisa muito mais importante: à liberdade cultural de cada homem! Já não se trata de esta região ou aquela ser desta ou daquela maneira : trata-se de ser à sua maneira cada pessoa! Temos de levar o mundo a um tal tipo de organização que permita a identidade cultural de cada homem, sem sofrer nenhuma espécie de atropelo. ” (Agostinho da Silva)

Anúncios

Written by imagoverbalis

Outubro 30, 2011 at 3:29 pm

encarar a vida

leave a comment »

(…) ”é certamente admirável o homem que se opõe a todas as espécies de opressão, porque sente que só assim se conseguirá realizar a sua vida, só assim ela estará de acordo com o espírito do mundo; constitui-lhe suficiente imperativo para que arrisque a tranquilidade e bordeje a própria morte o pensamento de que os espíritos nasceram para ser livres e que a liberdade se confunde, na sua forma mais perfeita, com a razão e a justiça, com o bem; (…) é um esforço de indivíduo que reconheceu o caminho a seguir e que deliberadamente por ele marcha sem que o esmoreçam obstáculos ou o intimide a ameaça; afinal o poderíamos ver como a alma que busca, após uma luta de que a não interessam nem dificuldades nem extensão.

(agostinho da silva, “considerações”)

psicose colectiva

leave a comment »

é o ar primaveril que faz a malta andar descontrolada e completamente tonta? ou é só o espírito português de sempre? parece que ninguém já atina e que toda a gente anda com a cabeça no ar. nunca ouviram falar de concentração? de método de trabalho? de organização? neste mundo ninguém progride fazendo tudo em cima do joelho. espanta. cansa. enjoa. quem não resigne e não se adapte a este sistema de incerteza, de improviso e de pouco profissionalismo acaba por ser visto como prepotente. mas a lei do menor esforço não pode prevalecer. atrapalha os outros e que faz estagnar. numa sociedade moderna estas cenas não funcionam, aliás são 100% contraproducentes. e deixem-se de conversas que é uma questão de cultura. que é o fado que manda. que a culpa é do tempo da ditadura. deixem-se de queixas e de chutar para o lado. é treta. é pura preguiça. é má atitude. que alguém abane o português para que acorde para a vida. para que deixe de viver no seu próprio umbigo. para que abra os olhos. tem tanto a aprender ainda. por amor de deus, estamos no século XXI.

que aprenda com as palavras do agostinho da silva (“as aproximações”):

“a acção só vale quando é feita como um exercício, e um exercício com amor, quando é feita como uma ascese, e uma ascese por amor de que se liberte o deus que em nós reside. e se a acção implica amargura, o que há a fazer é mudar de campo: porque não é a acção que estará errada, mas nós próprios”.

assim falou agostinho

leave a comment »

“viver interessa mais que ter vivido; e a vida só é vida real quando sentimos fora de nós alguma coisa de diferente; se a diferença se tornar oposição, se o que era caminho diverso se transformar em muro de rocha, então no duelo que se trava, no instável equilíbrio que a cada momento se pode romper e precipitar-nos das alturas, nesta batalha em que não há um minuto de rancor pelo adversário, encontraremos a grande e forte vida; ora o êxtase consiste realmente no apagar das distinções, na identificação perfeita de dois termos.”

(agostinho da silva, “sobre o êxtase”, “diário de alcestes”)

Written by imagoverbalis

Fevereiro 28, 2010 at 9:30 pm