imagoverbalis

Archive for the ‘política’ Category

debate sobre desenvolvimento humano em tavira

leave a comment »

a equipa da unidade de cuidados na comunidade (ucc) talabriga do centro de saúde de tavira, em parceria com a escola secundária dr. augusto correia de tavira, realiza um debate, no cine teatro antónio pinheiro, em tavira, no dia 18 de novembro (sexta-feira), às 21:00 horas, dedicado ao “desenvolvimento humano”.

este debate, que pretende abordar temas como a cidadania, a formação cívica, a ajuda humanitária, a consciência social, as questões de sustentabilidade, entre outros, tem como objetivo juntar gerações e envolver os alunos na realidade sócio-político-económica atual, num momento de viragem mundial susceptível de “contaminar” e marcar o futuro destes jovens.

a organização conta com um painel de oradores convidados provenientes das mais vastas áreas da sociedade, do qual fazem parte jorge wemans, director de programas da rtp2; rui lourenço, médico da unidade de cuidados de saúde personalizados (ucsp) quarteira; elisabete rodrigues, jornalista do site informativo sul informação; antónio fragoso de almeida, docente da escola superior de educação da universidade do algarve; orlandino rosa, diretor da agência de tavira da rede de consultadoria financeira «decisões e soluções» e jorge botelho, presidente da câmara municipal de tavira. 

“porque todos temos dúvidas – dhudas, na nossa gíria”, lê-se na informação da organização,  “não há a promessa de encontrar soluções estanques, mas antes de procurá-las, em conjunto, num debate que se pretende o mais abrangente possível, cobrindo áreas prioritárias e essenciais da existência humana.”

o evento tem entrada livre e é aberto a toda a comunidade.

viagem num tempo futuro…

leave a comment »

vi

uma fábrica de calçado a fechar:

o mercado saturado,

armazéns de calçado a rebentar!

vi

os trabalhadores da indústria do calçado

descalços.

perguntei-lhes:

porque não vos dêem sapatos?

e a resposta ecoa nos meus ouvidos:

há calçado a mais no mundo!

(stellan arvidson, ”jordglans” 1933)

Written by imagoverbalis

Maio 23, 2011 at 7:15 am

selon brassens…

leave a comment »

“…quand les cons sont braves comme moi, comme toi, comme nous, comme vous, ce n’est pas très grave
qu’ils commettent, se permettent, des bêtises, des sottises, qu’ils déraisonnent, ils n’emmerdent personne.
par malheur sur terre les trois quarts des tocards sont des gens très méchants, des crétins sectaires.
ils s’agitent, ils s’excitent, ils s’emploient, ils déploient leur zèle à la ronde, ils emmerdent tout le monde…”

(georges brassens, quando les cons sont braves)

Written by imagoverbalis

Janeiro 23, 2011 at 10:23 am

haja esperança…

leave a comment »

com a viragem do ano a aproximar-se a passos largos (2011 é já amanhã), estamos perante tempos que garantidamente vão dar luta. sem dúvida serão mais difíceis para uns do que para outros, neste país de lógica invertida onde as compras de natal foram feitas como se não houvesse um amanhã para alguns portugueses, enquanto outros nem tiveram, e continuam a não ter, comida suficiente em cima da mesa. somos obrigados a apertar o cinto para o bem de todos, algo que a nosso ver se torna muito vago e arbitrário num sistema onde quem tem posses e bens continua quase intocável, e onde continuamos com o segundo valor mais alto a nível europeu no índice de desigualdade social. quem já se encontra fragilizado é quem arrisca afundar-se cada vez mais com o aumento do custo de vida e com os cortes nos benefícios sociais. torna-se por isso mais urgente do que nunca remar contra a maré de políticas que incentivam uma mentalidade de salve-se quem puder, e lutar pela acção solidária, pela igualdade e pela justiça social, no sentido de contrariar, com todas as forças possíveis, uma iminente instalação de um clima de que tudo isto é fado. só estendendo a mão ao próximo e procurar ajudar é que é possível defendermos os nossos ideais e mantermos a dignidade enquanto seres humanos.

deve e haver!…

leave a comment »

tem quase um século, mas o retrato da situação sociopolítica e económica portuguesa, pintado pelo artista leal da câmara, e publicado na revista miau! no dia 18 de fevererio de 1916 (porto), mantém a sua actualidade ainda hoje. imagem captada na 21ª edição da amadora BD (até 7 de novembro de 2010), sob a temática “o centenário da república”. crítica social no seu melhor:

– como será que os pobres é que pagam tudo se elles não teem nada?

– é que os pobres pagam com o melhor dos dinheiros, com a pelle!…

feira do livro em nome do @

leave a comment »

cartaz para a feira do livro anarchista em londres, a 23 de outubro, de edd baldry – ilustrador radical, baseado em londres, criativo sob o moniker (pseudónimo) hey monkey riot. começou a desenhar punk zines em 2001, na revista “rancid news”, e mais recentemente na “last hours”. politicamente activo em londres desde 2002 com maior foco em projectos de centros sociais e em actividades anti-guerra. co-criador do london zine symposium em 2005.

a urgência de acção

leave a comment »

palavras de frei fernando ventura, numa entrevista de grande interesse,  também referida aqui, onde nos alerta para o cataclismo social que o país (e o mundo) está a viver. “seria o momento de aparição de gente capaz de formar opiniões, gente capaz de formar consciência, gente capaz de gritar que o rei vai nu por muito bem engravatado que esteja, gritar que é tempo de mudar, e de mudar as estruturas podres que nos levaram até aqui.” diz, ainda, que os portugueses é um “povo que tem fibra para lutar.” será que não está na altura de o povo mostrar que tem essa capacidade?