imagoverbalis

a palavra…

leave a comment »

“a palavra é uma estátua submersa, um leopardo

que estremece em escuros bosques, uma anémona

sobre uma cabeleira. por vezes é uma estrela

que projecta a sua sombra sobre um torso.

ei-la sem destino no clamor da noite,

cega e nua, mas vibrante de desejo

como uma magnólia molhada. rápida é a boca

que apenas aflora os raios de uma outra luz.

toco-lhe os subtis tornozelos, os cabelos ardentes

e vejo uma água límpida numa concha marinha.

é sempre um corpo amante e fugidio

que canta num mar musical o sangue das vogais.”

 (antónio ramos rosa, de acordes, 1989)

Anúncios

Written by imagoverbalis

Julho 25, 2010 às 11:08 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: