imagoverbalis

nas entrelinhas

leave a comment »

policiais nunca estiveram no topo dos nossos favoritos do mundo literário. mas as coisas mudam. o jornalista e escritor sueco stieg larsson (1954-2004) convenceu-nos que até histórias que alguns categorizam como “literatura de quiosque” podem encantar, intrigar e seduzir. escrita de forma inteligente, a trilogia “millenium” (“os homens que não amavam mulheres”, “a menina que brincava com o fogo” e “a rainha do castelo de ar”), sobre os protagonistas o jornalista mikael blomkvist e a hacker lisbet salander vale a pena ler, sem dúvida alguma. com um fio condutorem prol dos direitos da mulher.

stieg larsson foi jornalista e editor responsável da revista “expo”, tendo sido um dos maiores peritos mundiais no estudo de movimentos antidemocráticos, de extrema-direita e nazis. morreu subitamente, pouco tempo depois de entregar à sua editora sueca os três volumes da trilogia “millennium” e não viveu para assistir ao fenómeno mundial em que a sua obra se tornou, com mais de dois milhões de exemplares vendidos só na suécia e traduções em cerca de 30 países (também para português). o filme baseado na triologia estreou na suécia em 2009.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: